Show de Marcia Novo no Espaço Parlapatões.

by admin |20 de julho de 2017 |0 Comments | Agende-se

Show de Marcia Novo no Espaço Parlapatões.

 
Nesta sexta, dia 21/07, às 19h, tem show de MARCIA NOVO, O RESGATE DE UMA CULTURA BASTARDA no Espaço Parlapatões.
 
A caboca é parintinense, arretada do tamanho do Amazonas. A voz é rouca, a atitude é pop, o sotaque é chiado e a musicalidade é miscigenada. Garimpada pelo renomado Wilson Souto Júnior, pai da Lira Paulistana e responsável pelos fenômenos da Lambada e do Axé music no Brasil, Marcia Novo adentra o cenário da música popular brasileira cantando os bailes tropicais de beira de rio e trazendo nas suas canções o resgate de uma cultura bastarda.
 
Iniciou-se no samba rock e fez música com o rei Bebeto. Experimentou world music, produzida por Paulo Calasans e Marco Bosco, gravando com Max de Castro, André Abujamra e Simoninha. Voltou-se para a Amazônia caribenha imprimindo-a no videoclipe Casa do Caribe. E então revelou a realidade popular amazonense completamente destoante do lamento selvagem pelo qual a se conhece. A caboca desafia as suas referências e se garante na pavulagem do seu som.
 
Não Perca!!!
DATA: 21/07
SEXTA às 19h
ENTRADA FRANCA

FORA DESSE MUNDO

by admin |10 de julho de 2017 |179 Comments | Agende-se

FORA DESSE MUNDO

 

Nesta Quarta, dia 12 de julho, entra em cartaz no Espaço Parlapatões o espetáculo Fora   Desse   Mundo.
O   segundo   espetáculo   do   grupo A Arca propõe   uma   reflexão   sobre   relações   de    poder,   sexo,   amor   e   morte,   desejos   e   devaneios   íntimos.

Originalmente   o   texto,   escrito   por    Arthur   Haroyan,   relatava   a   vida   de   6   personagens   que   viviam   reclusas   em   um   lugar   não    específico   e   assistidos   por   um   médico   excêntrico   e   de   caráter   duvidoso.

Sobre   o   olhar   do    diretor   Kleber   Góes,   foi   proposto   um   trabalho   contemporâneo,   de   múltiplas   linguagens    como   mímica,   dança,   manipulação   de   objetos   cotidianos,   ação   verbal   e   depoimentos   íntimos    dos   atores   criando   uma   atmosfera   mais   poética   e   sensorial.   Um   projeto   que   difunde   as   artes    plásticas   e   conversa   com   o   teatro   e   a   dança,   onde   gestualidade   têm   papel   primordial   na    comunicação   com o   espectador.

Aborda   as   relações   humanas,   ficção   e   realidade   se    misturam   através   do   imaginário   e   da   concretude,     deste   não   lugar   onde   estas   pessoas    aparentemente.

“A   ideia   da   peça   surgiu   durante   a   minha   viagem   pra   as   montanhas   de   Cáucaso.   Eu   estava    buscando   histórias   novas,   relatos,   crônicas   para   meu   texto   novo.   Essa   busca   me   levou   para    uma   pequena   aldeia   onde   os   seus   moradores   viviam   como   se   fosse   fora   desse   mundo.   Era   uma    comunidade   com   as   suas   próprias   regras   da   vida,   repletas   de   relações,   de   poder,   amor,   ódio,    sexo   e   morte,   sem   tempo   e   sem   relógio,   onde   cada   pequena   ausência   é   uma   eternidade”,   diz   o    autor   do   texto   Arthur   Haroyan.

“Como   resposta,   chegamos   a   um   espetáculo   onde   a   fiscalidade   do   ator   num   primeiro   plano   e    apoia   a   dramaturgia.   Mímica,   dança,   aparece   manipulação   de   objetos   cotidianos,   ação   verbal    e   depoimentos   íntimos   dos   atores   criam   uma   atmosfera   mais   poética   e   sensorial.   A    flexibilidade   na   busca   de   referências,   a   liberdade   de   expressão   criativa   fiel   à   experimentação   e    risco,   transformam   o   texto   original   em   uma   mistura   de   fragmentos   de   diários   íntimos   e    personagens   inventadas”,   diz   o   diretor   Kleber   Góes.

Texto: Criação colaborativa do grupo Arca baseada na obra de Arthur Haroyan
Roteiro e Direção: Kleber Góes
Elenco: Ana Paula Inácio, Arthur Haroyan, Fábio Parpinelli, Gustavo Vierling, Júlia Marques, Pedro Reis.

Quarta e Quinta às 21h
Ingressos: R$ 30,00 (Inteira) e R$ 15,00 (Meia)

 

Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158

Tel.: (11) 3258 4449
Ingressos na bilheteria do teatro ou pela Compre Ingresso:
www.compreingresso.com.br
Tel.: (11) 2122-4033

Maior Que o Mundo estreia no Espaço Parlapatões.

by admin |5 de julho de 2017 |0 Comments | Agende-se

Maior Que o Mundo estreia no Espaço Parlapatões.

Ser enquadrado na forma perfeita ou aceitar seu corpo e sua alma? Este é o dilema de João, um jovem “acima do peso” que busca na cirurgia bariátrica uma solução e um caminho para ser aceito pela garota que ama e pelo mundo em que vive. Esse é o ponto de partida do monólogo Maior Que o Mundo que estreia sábado, dia 8 de julho, no Espaço Parlapatões.

Com texto e atuação de Hernane Cardoso e direção de Augusto Madeira, a peça, ao fazer um mergulho bem humorado no universo particular de um jovem gordo, acaba tocando em questões universais, como a nossa capacidade de aceitação do que ou quem é diferente de nós. Fala do nosso olhar sobre aquilo que não compreendemos e da dificuldade  por vezes dissimulada que enfrentamos ao lidar com as diferenças.

João é um jovem que chega a sua primeira consulta com um psicólogo para dar início ao tratamento preparatório para uma cirurgia bariátrica. No decorrer das consultas, ao contar suas experiências como obeso, faz sempre questão de afirmar que nunca se importou com o julgamento dos outros.

Ele fala dos seus amores, amizades e de como sua vida se desenrolou até o momento de decidir fazer a cirurgia. Mas, ao revisitar sua história, João se depara com mágoas antigas e profundas, e se questiona se teria realmente conseguido sair ileso de uma vida inteira sendo visto como um “ser errado”.

Em cena, Hernane Cardoso ocupa o palco se valendo de uma cadeira e alguns elementos de cena que serão retirados de um baú à frente do palco. Muito da ambientação das cenas e lugares onde se passa a ação será visualizada através da mímica e da movimentação do ator, que ora interpreta os personagens, ora conta a história diretamente para o público.

Para o autor e ator da peça, o tema é relevante e necessário. Em tempos de redes sociais e culto a pessoas supostamente perfeitas e donas de vidas felizes e realizadas, o combate à crescente obesidade em todo o mundo foi adquirindo contornos cada vez mais ditadores e menos humanizados. Num mundo hoje desenhado para os corpos magros, os gordos e obesos estão à margem, segregados e até mesmo assediados moralmente. Surge a “Gordofobia”. – Hernane Cardoso.

https://youtu.be/uOxtpKKBKBQ

Maior que o mundo
Texto e interpretação: Hernane Cardoso
Direção: Augusto Madeira

Sexta à meia-noite
Ingressos: R$ 40,00 (Inteira ) e R$ 20,00 (Meia)

Duração 60 minutos
Curta temporada de 08/07 até 05/08

Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158

Tel.: (11) 3258 4449
Ingressos na bilheteria do teatro ou pela Compre Ingresso:
www.compreingresso.com.br
Tel.: (11) 2122-4033