FECHANDO A TAMPA DE 2018! INDO PARA 1964

by admin |13 de dezembro de 2018 |6 Comments | Agende-se

PARA ENCERRAR O ANO COM MUITO HUMOR, OS PARLAPATÕES APRESENTAM:

Todos os anos os Parlapatões se preparam para as festas de final de ano apresentando O Auto dos Palhaços Baixos e a Missa do Galho. Este ano, a festa começa dia 20 de dezembro com uma apresentação especial do espetáculo A Cabeça de Yorick. E, no mesmo dia, para comemorar a estreia do novo espetáculo do grupo, a Editora Giostri promove o lançamento do livro, com texto da peça A Cabeça de Yorick. O autor, e também ator e diretor da peça, Hugo Possolo, receberá os amigos, convidados e público em geral para uma sessão de autógrafos.

 

Programação:

 

Dia 20/12 – Quinta-feira

A CABEÇA DE YORICK

Na mais famosa tragédia de Shakespeare, Hamlet, a única cênica cômica é a dos coveiros. Hamlet empunha caveiras nas mãos e se depara com a de Yorick, que foi o bobo da corte e alegrou sua infância. A imagem que mais representa a tragédia do velho bardo é de Hamlet com caveira erguida. Ou seja, o momento da tragédia que ficou imortalizado no imaginário é exatamente aquele no qual a comédia está destacada pela tragédia. Neste espetáculo, os palhaços buscam uma inversão, levantando imagens trágicas dentro do ambiente cômico.

Em diferentes quadros da peça, que têm uma sutil ligação entre si, os três palhaços se vêm diante da perda e da finitude para buscar saídas, cujo ângulo de visão busca fugir do trágico ou que, ao menos, contenha alguma esperança. Os três circulam em variadas abordagens como a de uma palestra motivacional sobre a vida eterna até outro quadro que traz um compêndio de diferentes maneiras de se suicidar. Em outro quadro, um palhaço se surpreende pelo encontro com o corpo de outro palhaço morto, descrevendo todas as suas impressões tragicômicas levadas ao absurdo da compreensão cômica sobre a vida. O público participa, feito por jogo de improviso, dando ideias sobre como a inversão dos ícones básicos da tragédia podem ser vistos, revistos e anarquizados pela comédia.

Texto e Direção: Hugo Possolo
Elenco: Hugo Possolo, Raul Barretto e Nando Bolognesi

Data: 20 de dezembro.
Quinta às 21h
Ingressos:
 R$ 40,00 (Inteira) R$ 20,00 (Meia)
Ingressos Antecipados até o dia 19/12: R$ 30,00 (Inteira) R$ 15,00 (Meia)

Classificação: 14 anos
Duração: 80 minutos

Lançamento e sessão de autógrafos dos livros A Cabeça de Yorick” e  Um Palhaço na Boca do Vulcão”
Data: 20 de dezembro
Quinta às 20h

Entrada Grátis

 

Dia 21/12 – Sexta-feira 

AUTO DOS PALHAÇOS BAIXOS

A tradição natalina dos palhaços conta a história de um diretor de cinema que sofre o corte da verba de patrocínio de seu filme sobre o Circo, em seu primeiro dia de gravação. Resolve aproveitar a mesma trupe, cenário e equipe para fazer um filme de Natal. O resultado é pura confusão. Ponto de partida para o olhar crítico dos palhaços parlapatônicos exercitarem toda a sua verve profana sobre o imaginário sagrado.


Texto e Direção:
 Hugo Possolo
Elenco: Hugo Possolo, Raul Barretto, Fabek Capreri, Tadeu Pinheiro, Claudinei Brandão, Henrique Stroeter e Eduardo Silva.
Músico: Demian Pinto.

Data: 21 de dezembro.
Sexta às 21h
Ingressos: R$ 40,00 (Inteira) R$ 20,00 (Meia)
Ingressos Antecipados até o dia 20/12: R$ 30,00 (Inteira) R$ 15,00 (Meia)

Classificação: 14 anos
Duração: 80 minutos


Dia 22/12 – Sábado 


MISSA DO GALHO

Conduzida pelo Papa (Hugo Possolo), um MC tresloucado, a Missa do GaLHo é um espetáculo que segue a liturgia de uma missa para, a cada momento, compartilhar com os fiéis (o público) cenas especialmente criadas para o evento e que fazem uma retrospectiva do que aconteceu em 2018. Ofertório, oração e comunhão servem de pretexto para brincadeiras com celebridades, subcelebridades e subsubsubcelebridades que hoje são tão importantes para a sociedade. Claro, que os fatos políticos são também abordados, mas o espetáculo não terá tempo suficiente para tratar de todas as prisões de políticos ocorridas no ano.

A Missa do GaLHo é uma tradicional celebração ecumênica, que convoca a todos, sejam palhaços católicos, judeus, muçulmanos, protestantes, crentes, budistas ou umbandistas, a divertirem-se com o que de pior aconteceu neste ano que se passou. Todos representados neste altar de pura farra e alegria.

Texto e Direção: Hugo Possolo
Com Parlapatõ
es e Convidados Especiais: Toni D’Agostinho, Banda Bolero Freak os Palhaços Júlio Fuska e Flávio Matheus entre outros.

Data: 22 de Dezembro
Sábado às 23h
Ingressos: R$ 40,00 (Inteira) R$ 20,00 (Meia)
Ingressos Antecipados até o dia 21/12: R$ 30,00 (Inteira) R$ 15,00 (Meia)

Classificação: 14 anos
Duração: 60 minutos

 

Serviço:
FECHANDO A TAMPA DE 2018! INDO PARA 1964.
Dia 20, 21 e 22 de dezembro
Quinta e Sexta às 21h e Sábado às 23h
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)
Ingressos antecipados: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15 (meia).

Espaço Parlapatões
Praça Franklin Roosevelt, 158
Tel.: (11) 3258 4449
www.ingressoindependente.com.br

*******

Contato para imprensa: Janayna Oliveira – Tel.: (11) 3061 9799
e-mail: comunicacao@parlapatoes.com.br

Grupo Teatro Cartum apresenta “A Peleja do Conta Gotas” no Espaço Parlapatões

by admin |5 de dezembro de 2018 |0 Comments | Agende-se

Peça aborda de maneira lúdica a questão da finitude dos recursos hídricos.

Em dois domingos de dezembro, dias 09 e 16, no Espaço Parlapatões, o grupo Teatro Cartum apresentará a peça infantil “A Peleja do Conta Gotas”, escrita por Toni D’Agostinho. O espetáculo aborda a questão da finitude dos recursos hídricos, uma preocupação mundial.

Na peça, dois palhaços, de lados opostos, encontram-se às margens do último lago do planeta. Ambos estão sedentos, mas é preciso, antes de saciar a sede, discutir qual lado está com a razão nessa peleja: o lado de cá ou de lá. Enquanto não chegam a uma conclusão, o lado de cima resolve aumentar o preço da água.


“Sem perder o aspecto lúdico, com muita diversão, temos o riso que faz aflorar o pensamento crítico acerca do comportamento do desperdício. A plateia ficará envolvida em uma apresentação de teatro que virou quadrinhos ou, como dizem alguns, pelos quadrinhos que viraram teatro”, comenta o dramaturgo Toni D’Agostinho.

O Teatro Cartum é um grupo de artistas das artes cênicas, pertencente à Cooperativa Paulista de Teatro, que promove o diálogo entre o Teatro e as Histórias em Quadrinhos. Além dessas duas datas no Espaço Parlapatões, a trupe também apresentará a peça nos dias 08, às 11h na Biblioteca Monteiro Lobato (Rua General. Jardim, 485 – Vila Buarque) e 16 de dezembro às 13h no MIS (Av. Europa, 158 – Jardim Europa).

Ficha Técnica
Texto e Direção – Toni D’Agostinho
Músicas – Willian Germano
Figurino e Luz – Letícia Negretti
Maquiagem – Ana Luiza Icó
Cenário e projeto gráfico – Toni D’Agostinho
Produção – Monica Raphael
Elenco – Letícia Negretti, Ricardo Vianna e Willian Germano

Data: 9 e 16 de Dezembro
Domingos às 17h
Ingressos: R$ 30,00 (Inteira) R$ 15,00 (Meia)

Gênero: Infantil
Classificação: Livre
Duração: 50 minutos

Espaço Parlapatões 
Praça Franklin Roosevel, 158 – Centro – São Paulo
Tel.: (11) 3258-4449
Ingresso Independente 
www.ingressoindependente.com.br